Gestão em saúde: conheça os principais desafios

7 minutos para ler

A gestão em saúde tem enfrentado muitos desafios, pois há, atualmente, uma mudança expressiva em relação aos cuidados com a mente e o corpo. Além disso, grande parte do mundo está passando pelo processo de aumento da proporção de idosos em relação aos jovens. Desse modo, existe uma ênfase, cada vez maior, na prevenção e tratamento de doenças crônicas.

Ao mesmo tempo, a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico trazem mais opções de diagnósticos e tratamentos e, em alguns casos, isso pode aumentar bastante os custos. Tendo isso em vista, o Institute For Healthcare Improvement (Instituto Pela Melhoria dos Cuidados em Saúde) elaborou uma metodologia de gestão baseada no alcance de três objetivos, que mais tarde ganhou uma quarta meta. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

O que é Triple e Quadruple AIM na gestão em saúde?

O Triple AIM é traduzido em português como Objetivo Triplo ou Meta Tripla. Ele buscava solucionar grande parte dos desafios da gestão em saúde com medidas simples e eficientes. Assim, as ações de otimização deveriam partir de um tripé de objetivos:

  • melhorar a saúde da população;
  • reduzir os custos por paciente de cada serviço de saúde;
  • aumentar a qualidade da assistência.

No entanto, após alguns hospitais e planos terem implementado essa estratégia, eles perceberam que seria necessário acrescentar mais uma missão — desenvolver equipes de saúde mais satisfeitas no trabalho — em que espera-se melhorar a experiência do usuário, permitindo que ele tenha acesso a preços justos. Vejamos cada um desses direcionamentos!

Melhorar a experiência do paciente

Recentemente, os serviços de saúde enfrentaram uma mudança de paradigma significativa em relação ao atendimento dos usuários, com novidades em diversas áreas:

  • novas regulamentações;
  • um maior acesso dos pacientes à informação;
  • desenvolvimento tecnológico etc.

Com isso, muitas clínicas e hospitais passaram a focar grande parte dos seus esforços na otimização da experiência das pessoas, desde a recepção até os cuidados após a alta. Afinal, como isso pode ser feito?

O primeiro passo é a identificação de todos os fluxos de trabalho interno de forma que você possa compreender toda a jornada do paciente. A partir disso, os gestores podem executar análises críticas em busca de gargalos de eficiência e produtividade.

Deve-se ter em mente os principais critérios avaliados por um paciente durante um atendimento, como:

  • pouco tem pode espera;
  • agilidade para um diagnóstico rápido e para o início de um tratamento precoce;
  • qualidade da consulta médica etc.

Melhorar a saúde das populações

No Quadruple AIM, há enfoque tanto individual quanto coletivo. Portanto, também é preciso melhorar os indicadores gerais de saúde de todos os usuários do seu serviço para que a gestão seja aprimorada. Afinal, as medidas de promoção e prevenção de agravos apresentam muito mais benefícios capazes de reduzir a morbidade e a mortalidade geral.

Reduzir o custo per capita dos cuidados de saúde

Na última década, vimos uma discussão sobre a viabilidade econômica dos serviços de saúde diante dos desafios contemporâneos. O envelhecimento da população, a crescente prevalência das doenças crônicas e o desenvolvimento de novos tratamentos mais dispendiosos têm pressionado bastante os gestores para a otimização dos custos, a fim de reduzir os gastos com cada paciente, sem comprometer a qualidade do atendimento.

Da mesma forma que algumas tecnologias aumentam a onerosidade do sistema, há também aquelas que podem reduzi-la substancialmente. Esse é o caso, por exemplo, da telemedicina, a qual permite que uma série de serviços médicos sejam realizados à distância, melhorando a distribuição de recursos e acessibilidade.

Elevar a satisfação no trabalho

O grande diferencial do Quadruple AIM para o Triple AIM foi a adição de mais um objetivo: o aumento da alegria dos profissionais no trabalho. Afinal, a área da saúde traz grandes desafios para a saúde mental dos técnicos, enfermeiros, médicos e de outros membros da equipe. Eles estão, a todo o momento, expostos a fatores estressantes, como:

  • lidar com toda a carga emocional dos pacientes frustrados com o serviço;
  • lidar com a sobrecarga de tarefas;
  • trabalhar em regimes de horas extenuantes em um ambiente emocionalmente desafiador etc.

Como implementar essa metodologia no seu serviço?

O grande objetivo dessa metodologia é melhorar o cuidado com os pacientes e com os colaboradores. Por isso, todos os indicadores de performance devem colocá-los no centro. Ou seja, quaisquer ações dentro do Quadruple não podem levar a um afastamento dessa prioridade. Portanto, na hora de cortar custos, não se deve visar à lucratividade, mas uma melhor distribuição de recursos para melhorar a qualidade do atendimento.

Em alguns casos, os serviços de saúde acabam ignorando uma das bases do Quadruple, perdendo oportunidades para otimizarem a experiência de cuidado e, consequentemente, sobrecarregam os níveis de atenção secundários e terciários, dificultando o acesso a serviços especializados e aumentando os custos do sistema.

Quando você implementa o Quadruple na sua instituição, é preciso modificar toda a sua estratégia de monitoramento de resultados globais. Todas as métricas que não envolvem os quatro objetivos devem ser descartadas, pois a metodologia busca trazer um foco mais restrito para facilitar a sua realização.

Como a tecnologia pode ajudar sua empresa na conquista desses objetivos?

Pensando na NEOmed como exemplo,, temos um marketplace de laudos à distância para exames de métodos gráficos, como o eletrocardiograma, a espirometria e o Holter. Desse modo, focamos em

  • melhoria da experiência do paciente ao agilizar o processo de elaboração de laudos de qualidade e, portanto, acelerar o diagnóstico e o início do tratamento. Na NEOmed, damos um prazo de 24 horas desde a inserção dos exames na plataforma;
  • saúde populacional, pois assim é possível melhorar o acesso aos serviços mesmo diante de dificuldades regionais, diagnosticando mais pessoais e tratando-as adequadamente antes das possíveis complicações. Assim, é possível superar o problema da escassez de profissionais especializados para fazer o laudo desses exames mais complexos;
  • diminuir aos custos, já que há um redução significativa do custo de cada exame de método gráfico;
  • mais oportunidades para os médicos assistentes de tratarem o paciente adequadamente e melhorarem a qualidade do atendimento, reduzindo pontos comuns de estresse. Já o médico laudador, ele ganha mais comodidade e bem-estar ao trabalhar em uma plataforma online.

A NEOmed, portanto, é uma plataforma especialistas em laudos à distância de altíssima de qualidade, disposta a ajudar a sua empresa a enfrentar todos os principais desafios da gestão em saúde. Com isso, a sua instituição pode realizar todos os objetivos do Quadruple AIM com uma facilidade e eficiência.

Quer conhecer as nossas soluções e como podemos ajudar a melhorar a prestação de serviços? Então, entre em contato conosco!

Você também pode gostar

Deixe um comentário